ser uma pessoa educada
Curiosidades Saúde

Sou da geração do por favor, obrigado, boa noite e bom dia

Por favor e obrigado são duas palavras mágicas que nos abrirão facilmente muitas das portas a que chamaremos em nossa vida. Isto é assim porque todos nós gostamos que nos falem com respeito, que nos peçam permissão e que mostram gratidão.

Este é um costume que não devemos perder, pois é a base do civismo e da educação em nossa sociedade. É pedir permissão, de saudar com um sorriso e tratar as pessoas com gentileza, o que marca a diferença.A nobreza que se esconde por trás do respeito.É provável que desde crianças nos tenham incutido a importância das palavras mágicas e de ser bom com os outros. Ser grato e generoso nos ajuda a melhorar a relação com as pessoas que nos rodeiam, assim como para nos sentirmos bem com nós mesmos.

Ser amável e gentil nos faz nobres e fortalece nossas qualidades, porque de alguma forma a educação que promovemos com as nossas ações, reverte em bons atos para nós. Ou seja, colocar a vida em cor de um sorriso, do respeito e da remuneração é sem dúvida uma grande decisão.

Como dissemos, devemos nos esforçar para seguir infundindo em nossas crianças valores como o respeito ou a simpatia. Como? Dando exemplo, e estabelecendo limites claros que não violem as liberdades dos outros.Por liberdades entendemos o respeito à capacidade de opinião, expressão de sentimentos, a todos os pedidos, as conversas e os direitos diversos. A ser respeitoso começa tendo uma consideração básica para os sentimentos dos outros. Para conseguir isso, basta perguntar como gostaríamos que nos safar para nós.

bom dia, por favor, boa noite

Manter sempre o respeito para com os outros, embora não goste o que nos contam é essencial se queremos que nossas relações sejam satisfatórias. Assim, nunca devemos deixar de lado a cortesia. Para isso, temos que tomar o costume de:

  • Não estar com o telefone celular enquanto falam.
  • Não adiantar nada ou interromper conversas.
  • Dizer, por favor ou obrigado.
  • Pedir perdão quando gerimos ou fazemos algo errado.
  • Cumprimentar e enviar bons desejos.
  • Não comer ou beber em locais em que possa sujar alguma coisa.
  • Não falar quando não é a nossa vez ou
  • Rejeitar aquela lixo que geramos, em vez de esperar que outra pessoa limpe.
  • Não discriminar os outros e evitar julgamentos pessoais.
  • Não invadir o espaço pessoal dos outros nem a sua intimidade.
  • O toque e respeito emocional dos outros

É importante que entre nossas habilidades integremos a capacidade de manter o respeito para com os outros, bem como de ser delicados, empregar corretamente o Eu, ok cumpridos e gerir bem a expressão de nossos sentimentos, emoções e opiniões.

Na hora de nos relacionarmos com os outros podemos falhar na habilidade para lidar com situações de tipo social, o que pode gerar rejeição, isolamento, insatisfação com a forma de agir, e outros. Para isso, devemos ter em mente que qualquer tipo de relação com os outros tem que buscar, pelo menos, três objetivos:

  1. Alcançar a meta que foi marcado (por exemplo, expressar uma opinião)
  2. Fomentar uma relação positiva com outra pessoa.
  3. Manter um bom nível de satisfação pessoal.Há muitas maneiras de mostrar-se hostil ou educado perante os demais. Por exemplo, falar em excesso de um mesmo, insultar tanto de maneira sutil, como direta, abusando do sarcasmo, não olhar para a pessoa que fala, pensar em uma resposta em vez de ouvir, responder por uma conversa, interromper, falar simultaneamente…

Como vemos, as opções são ilimitadas e muito diversas, por isso, devemos considerar quais são as regras de relacionamento não escritas, em nosso contexto. Para isso, é adequado que nos mars perguntar se as nossas contribuições respeitam o outro e garantem um bom ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *